top of page

Por que os containers são a chave para a eficiência na cadeia de suprimentos

Atualizado: 15 de fev.



No ambiente de negócios acelerado e altamente competitivo de hoje, eficiência é o nome do jogo. E quando se trata de otimizar a cadeia de suprimentos, poucas coisas provaram ser tão eficazes quanto os containers. Os containers revolucionaram o setor de logística, proporcionando uma maneira confiável e eficiente de transportar mercadorias por grandes distâncias. 


Mas o que torna os containers tão essenciais para a eficiência da cadeia de suprimentos? Para começar, os containers oferecem dimensões padronizadas, que permitem a integração perfeita em diferentes modos de transporte. Isso significa que as mercadorias podem ser facilmente transferidas de caminhões para trens e para navios sem a necessidade de reembalagem ou manuseio. Além disso, os containers são projetados para resistir a várias condições climáticas e podem ser facilmente empilhados, permitindo o uso otimizado do espaço em navios e caminhões. 


O uso de containers reduz o risco de danos ou perdas durante o transporte, o que, por sua vez, minimiza custos e atrasos. Com os containers, as mercadorias podem ser lacradas com segurança e monitoradas durante toda a viagem, proporcionando tranquilidade tanto para as empresas quanto para os clientes. 


Os containers são a chave para desbloquear a eficiência na cadeia de suprimentos. Ao simplificar o processo de transporte, eles ajudam as empresas a economizar tempo, reduzir custos e, por fim, entregar as mercadorias ao mercado mais rapidamente. Seja para aprimorar o gerenciamento de estoque ou otimizar a logística de remessa, os containers são um divisor de águas para as empresas que buscam se manter à frente no cenário competitivo atual.

Quais são os tipos de containers mais utilizados?

Dry Containers (DC)

Os containers secos, também conhecidos como "Dry Containers," representam uma peça fundamental na cadeia de suprimentos global. Esses containers são projetados para o transporte de carga seca e não perecível, oferecendo uma solução eficiente para a movimentação de uma ampla variedade de mercadorias.


Conheça já esse tipo de container e suas principais características abaixo:


Estrutura Padrão - Os Dry Containers possuem uma estrutura padrão, fechada e selada, que protege a carga contra intempéries e garante a segurança durante o transporte.


Dimensões Padronizadas - Disponíveis em tamanhos padronizados, como 20 pés e 40 pés, esses containers proporcionam uniformidade no carregamento e descarregamento, facilitando a integração com diferentes modos de transporte.


Versatilidade de Carga - São ideais para uma variedade de cargas, desde produtos manufaturados e eletrônicos até roupas e materiais de construção.


Empilhamento Eficiente A uniformidade nas dimensões dos Dry Containers permite o empilhamento eficiente em navios, trens e caminhões, otimizando o espaço e reduzindo custos operacionais.



High Cube Containers (HC)

Os High Cube Containers, frequentemente abreviados como HC, desempenham um papel significativo na logística global, proporcionando uma alternativa versátil e eficiente aos containers padrão. Esses containers se destacam pela sua altura adicional em comparação com os containers tradicionais, oferecendo uma solução especialmente adequada para cargas de grande porte.


Quer saber mais sobre os High Cube Containers? Confira suas principais características: 


Flexibilidade de Carga Os High Cube Containers são adequados para uma variedade de mercadorias, incluindo produtos leves, volumosos e empilháveis, proporcionando flexibilidade na escolha dos itens a serem transportados.


Compatibilidade Multimodal Assim como os containers padrão, os High Cube Containers são projetados para se integrarem facilmente aos diferentes modos de transporte, como navios, trens e caminhões.


Altura Estendida Os High Cube Containers apresentam uma altura adicional em comparação com os containers padrão, comumente atingindo 2,90 metros. Isso os torna ideais para o transporte de mercadorias volumosas e de grande porte.


Capacidade Volumétrica Aprimorada A altura estendida proporciona uma capacidade cúbica maior, permitindo o transporte eficiente de carga volumosa sem comprometer a integridade da mercadoria.



Refrigerated Containers (Reefer)

Os Refrigerated Containers, conhecidos como Reefer Containers, desempenham um papel essencial na cadeia de suprimentos global, possibilitando o transporte seguro e controlado de mercadorias perecíveis que requerem refrigeração. Esses containers refrigerados oferecem uma solução vital para a indústria de alimentos, produtos farmacêuticos e outros setores sensíveis à temperatura.


Conheça mais sobre os Reefer Containers!


Sistemas de Refrigeração Integrados Reefer Containers são equipados com sistemas de refrigeração internos que permitem controlar a temperatura interna de maneira precisa. Esses sistemas garantem que produtos perecíveis sejam transportados dentro das condições ideais.


Gama de Temperaturas Podem manter temperaturas variando de negativas a positivas, tornando-os adequados para o transporte de produtos congelados, resfriados ou sensíveis à temperatura ambiente.


Monitoramento Remoto Muitos Reefer Containers são equipados com sistemas de monitoramento remoto que permitem o acompanhamento contínuo da temperatura e outras condições ambientais durante o transporte.


Ventilação Controlada Além da refrigeração, os Reefer Containers também oferecem controle de ventilação, garantindo a circulação adequada do ar dentro do container.


Quais são os tamanhos de containers?

Container de 20 pés:

  • Comprimento: 6,06 metros.

  • Largura: 2,44 metros.

  • Altura: 2,59 metros.


Container de 40 pés:

  • Comprimento: 12,19 metros.

  • Largura: 2,44 metros.

  • Altura: 2,59 metros.


Container 40 pés High Cube:


  • Comprimento: 12,19 metros.

  • Largura: 2,44 metros.

  • Altura: 2,90 metros.


Qual a diferença de um container Dry e HC?

A principal diferença entre um container Dry (seco) e um container High Cube (HC) está na altura interna disponível para a carga. Ambos os tipos de containers são comumente usados na indústria de transporte de mercadorias, mas o High Cube apresenta uma altura interna maior em comparação com o Dry Container padrão. 


Confirma mais de perto essas diferenças:


Container Dry (Padrão)

  • Altura padrão de aproximadamente 2,59 metros.

  • Adequado para a maioria das cargas secas e mercadorias gerais.

  • Ampla utilização em diversos setores devido à sua versatilidade.


High Cube (HC)

  • Altura estendida para cerca de 2,90 metros.

  • Projetado para acomodar cargas mais volumosas ou de maior altura.

  • Ideal para mercadorias que exigem espaço vertical adicional, como equipamentos ou produtos de grande porte.

Como identificar um container?

A identificação de um container segue as diretrizes internacionais estabelecidas pela norma ISO 6346. O número de um container, também conhecido como "CSC plate", é composto por quatro letras, sete números e uma letra final de verificação.


As quatro letras representam o código do proprietário e/ou operador do container, enquanto os sete números são exclusivos para cada unidade, e a letra final é gerada por meio de um algoritmo de verificação.


No container também é comum identificar a capacidade volumétrica em metros cúbicos, a carga máxima permitida e outras especificações técnicas relevantes, para garantir a eficiência e segurança do transporte marítimo. Além disso, a marcação no container inclui também símbolos e códigos que indicam o tipo específico do container, como seco, refrigerado, tanque, entre outros, além de suas características especiais.



Quer entender melhor sobre gestão logística para importação e exportação de sua empresa?


Aqui no Grupo Nicomex queremos ajudá-lo a encontrar as melhores soluções em importação e exportação, sempre de forma personalizada e atendendo às necessidades específicas.







33 visualizações

Comments


bottom of page